Oficina: Como profissionalizar seu blog

Como conquistar audiência, como monetizá-la, como criar o seu mídia-kit, gerenciando colunistas e vantagens e desvantagens de um contrato com um grande portal. Thiago Mobilon, criador e editor-chefe do Tecnoblog ensina o passo-a-passo para criar um blog profissional.

Veja algumas dicas e assista à oficina logo abaixo, cortesia do Omedicast:

O que é um blog profissional?

- Só porque você ganha dinheiro com seu blog, não significa que ele é profissional.

- Invista nele.

- Seja rígido com o seu conteúdo:

  - Apuração da informação;

  - Desenvolvimento de pautas próprias;

  - Aprenda a história para poder contá-la;

  - Mantenha uma frequência de atualizações;

  - Arrisque novos formatos;

  - Linke outros blogs.

- Aprenda com o “dinossauros” da comunicação.

- Infra: utilize um servidor otimizado e que atenda a sua demanda e faça backups diários.

- Design: não adianta ter um bom conteúdo sem uma boa apresentação.

  - Dica: seu site já tem uma interface mobile?

- Como se destacar?

  - Bom conteúdo, design atraente e servidor rápido

  - Redes sociais são para interação. Interaja com os leitores, tire dúvidas, peça sugestões de pauta etc. O leitor precisa se sentir próximo de você.

  - Otimize seu site para os mecanismos de busca.

- Trace as suas metas e trabalhe em cima delas diariamente, sem olhar para os lados.

Parte 1

Parte 2

Oficina: Podcast

Quais são os segredos de um bom podcast? Não basta saber editar áudio, é preciso escolher um bom tema, convidar pessoas interessantes, criar um clima agradável, encontrar músicas boas e gratuitas.

Gustavo Guanabara dá dicas práticas e valiosas para quem quer começar um podcast ou já tem um e quer melhorar sua técnica.

Assista agora a oficina completa, cortesia do Omedicast:

Oficina: Otimização de Wordpress

Como garantir que o crescimento do seu blog não irá derrubar o servidor? Gus Fune, do Papo de Homem, e Paulo Henrique Alkmin, programador da Blog Content, ensinam como resolver esses e outros problemas no uso do Wordpress. 

Assista à oficina completa no final deste post, cortesia do Omedicast.

Parte 1: Core

Por que um blog fica fora do ar? Ele pode ter muitos acessos e o servidor não aguenta. Além disso, o WordPress é um programa pesado, e quanto mais plugins estão instalados, mais recursos do servidor ele consome.

Quanto pagar de hospedagem? Depende do seu bolso e do uso que você quer dar pro blog. No entanto, hoje em dia não dá mais pra começar com um servidor mais barato e mudar conforme a necessidade, porque um único tuíte do Marcelo Tas, por exemplo, traz tantos acessos que seu site vai cair em segundos.

Cache e opcode. Basicamente, o servidor faz uma “cópia” de cada página acessada no seu site, e a cada nova requisição ele envia essa cópia para o navegador, o que economiza recursos do servidor. Para o WordPress, tem dois plugins que ajudam: WP-Supercache e W3-Total-Cache

Crie um subdomínio para imagens. Assim o servidor processa as imagens separadas do conteúdo e aumenta a velocidade de carregamento. Uma alternativa é subir as imagens para o Flickr ou ImageShack e linkar de lá.

Parte 2: Tema

Siga os padrões da W3C. Isso facilita o trabalho do browser, deixando o site mais rápido.

Otimize seu tema com sprites. Ao invés de ter milhares de iconezinhos, carregue tudo em uma só imagem. Veja: pdh.co/sprites

Páginas mais rápidas. Em pdh.com/googlepagespeed

Otimização de código. Troque alguns códigos dinâmicos desnecessários por HTML puro. Isso diminui as requisições ao servidor.

Parte 3: Plugins

WP-Tuner: diz quanto tempo leva cada processo do seu blog e te dá base para a otimização. pdh.com/tuner

Smush.it: comprime imagens automaticamente para reduzir o tamanho do arquivo. pdh.co/wpsmushit

Você precisa mesmo ter 50 plugins instalados? Eles são muito práticos, mas consomem muitos recursos do servidor. Pesquise, às vezes uma única linha de código a mais no seu tema faz a mesma coisa. Exemplos: pdh.co/facebooklike, pdh.co/retweet, pdh.co/analytics

Terceirize comentários. Diminui as requisições ao banco de dados. Algumas opções: pdh.co/facebookcomments, pdh.co/disqus, pdh.co/intensedebate, pdh.co/echo

Oficina: Design para canais sociais

Cris @mjcoffeeholick Rocha, designer da Blog Content, ensina a customizar Tumblr, Twitter, Youtube e outros perfis de redes sociais para reforçar sua marca nas redes sociais com dicas simples mas valiosas.

Assista à oficina completa no final deste post, cortesia do Omedicast.

Por que é importante fazer uma modificação no layout de um canal de mídia social? Simples, para padronizar seus canais e firmar sua marca.

Depois de definida a identidade visual (logo, cores etc.), você precisa:

- Entender as possibilidades de cada canal: alguns aceitam background e cores customizadas (como twitter), outras só avatar (como flickr).

- Usar a criatividade, dentro das limitações de cada serviço.

- Regras importantes: repetição, continuidade, consistência. Não enfeite seu Twitter de roxo e azul e seu Tumblr de verde e laranja.

- Nas redes sociais, o lado esquerdo é o “canto de ouro” da página. Foque todo o conteúdo do layout ali.

Referências: mashable.com/2010/10/06/new-twitter-background-customize/

mashable.com/2009/08/02/customize-youtube-channel/