Como criar um blog profissional? 10 passos para transformar sua idéia em projeto

Idéia x Projeto

Eu costumo dizer que uma idéia não vale nada. Acho a coisa mais triste do mundo quando alguém tem medo de falar sobre uma idéia porque alguém pode copiá-la.

Se uma idéia é tão simples que pode ser copiada assim que bate nos ouvidos de outro, então ela será copiada, mesmo depois de você colocá-la em prática. E se quem a copiou for mais competente que você em executá-la e divulgá-la então, mesmo saindo atrasado, ele vai te ultrapassar.

Bem, devo dizer que isso não é nenhuma lei universal, mas se aplica à maioria dos casos que conheço. Então, qual é o diferencial competitivo que pode garantir que sua idéia lhe dê o máximo de retorno? Transformá-la em um projeto ou plano de negócio.

Nesse artigo pretendo te explicar como transformar sua idéia de blog em um projeto de blog profissional. Veja bem, não estou fazendo isso porque sou bonzinho; pretendemos contratar mais blogueiros em breve, e receber projetos melhor estruturados facilita - e muito! - a minha vida.

Talvez você se pergunte por que deveria me enviar um projeto de blog ao invés de fazê-lo sozinho, e a resposta é que um bom projeto custa caro para manter no ar. É preciso investir em hospedagem confiável, layout profissional, projeto editorial, equipe comercial etc. Se você tem como bancar tudo isso então realmente não precisa apresentá-lo a mim; não sendo esse o caso, com essas dicas eu posso adiantar um bocado a execução do seu projeto.

1º - Transforme suas idéias em palavras-chave

"É importante que o blog seja sobre um assunto que você goste e domine" - OK, todo mundo fala isso, mas é igualmente importante que ele tenha um potencial de audiência grande.

Antes de calcular esse potencial de audiência você deve converter sua idéia em palavras-chave: isso também te ajudará a explorar variações do tema primário e a diversidade relacionada ao assunto sobre o qual você quer escrever. Inicialmente você pode ter uma visão muito estreita da idéia, mas quando a transforma em palavras-chave acaba descobrindo um universo de possibilidades.

Algumas ferramentas que podem te ajudar nessa etapa:

2º - Avalie seus concorrentes

Quais são os blogs que tratam de assuntos iguais ou similares ao seu? Sim, com certeza já existe um blog que fala sobre algo parecido. Se você não o conhece dê uma passadinha no Google Blog Search e descubra.

Utilize as mesmas palavras-chave que você organizou no 1º passo. Veja quais são os principais posts sobre cada assunto, quem é o blogueiro que os escreveu, quando eles foram escritos, quais aspectos positivos você encontra naqueles posts e o que você faria para melhorá-los.

Saber reconhecer o que seus concorrentes têm de positivo é o primeiro passo para avaliar sua idéia original e descobrir como fazer um blog melhor, que de alguma forma fique bem posicionado. Você deve ter pelo menos um aspecto mais interessante, ou algo de melhor qualidade do que cada um de seus concorrentes. É certo que um novo blog lançado para ser pior ou igual aos outros não vai muito longe.

3º - Calcule seu potencial de audiência

No Keywords Tool, se você filtrar sua pesquisa por idioma Português e localidade Brasil, terá a informação do volume de buscas mensais de cada palavra que você planejou utilizar no projeto do seu blog lá no 1º item desta lista.

A análise do volume de buscas dessas palavras dão uma idéia do potencial de audiência que o seu blog tem. Isso é uma informação essencial, mas não é a mais importante. Existe outra coluna que mostra a concorrência que existe em torno dos termos pesquisados.

O Keywords Tool do Google Adwords é feito para que as pessoas comprem anúncios relacionados a palavras-chave. Um termo com muitos acessos pode não ser necessariamente lucrativo, mas é bem provável que um com muita concorrência esteja sendo rentável para alguém.

Para ter uma idéia de quem está brigando por essa palavra você pode fazer uma busca no Google e descobrir potenciais anunciantes escondidos atrás de uma palavra inocente.

Minha recomendação é que você equilibre alguns termos com bom volume de audiência e outros com grande concorrência, isso vai ajudar seu blog a ter visibilidade e gerar negócios.

Com base no volume mensal de buscas das suas principais palavras-chave e na audiência de seus concorrentes (que pode ser estimado com o Google Ad Planner) é possível calcular um patamar de audiência que você deseja alcançar, e daí traçar um plano para alcançar esses valores.

4º - Mapeie possíveis anunciantes

Se você escolheu palavras com maior competição basta usá-las para fazer algumas buscas no Google e encontrar uma série de empresas utilizando-as em seus anúncios.

Dê uma olhada nessas empresas com calma. Veja quem são os líderes nesses segmentos, que produtos elas vendem, onde elas atuam, que tipo de consumidor elas procuram atingir etc.

Essa avaliação, além de te dar uma idéia mais acertada do potencial comercial do seu site, te ajuda a entender melhor quem será o seu público-alvo. Para que um blog profissional tenha muito sucesso não basta ter muita audiência; é preciso que essa audiência chegue ao seu blog com intenção de compra, o que a deixa mais receptiva aos anúncios que você veicula.

Se você conseguir isso terá ótimos resultados em todas as campanhas que veicular, o que fará com que o anunciante volte, e ainda chamará a atenção de seus concorrentes, lhe garantindo resultados cada vez melhores de publicidade.

5º - Monte um projeto editorial

Quais serão as categorias do seu blog? Com qual periodicidade você escreverá em cada uma delas? Você terá outros blogueiros colaborando? Qual o tipo de linguagem a ser usada? Qual o perfil do seu público-alvo? Você fará uso de fotos, vídeos, podcast? Com que frequência?

Faça um exercício: abra algumas revistas, folheie com calma; pense no seu blog como uma revista, pense que seu leitor irá folhear essa revista; imagine alguém recomendando essa revista para um amigo, alguma empresa anunciando nessa revista. Escreva essas impressões em um documento e defina as ações práticas que você pode tomar para que seu blog provoque essas mesmas sensações em outras pessoas.

6º - Levante seus custos de produção

Se você decidir mandar seu projeto para mim, ou para algum portal, pode pular essa parte. :) Mas se você for tocar as coisas por conta própria é importante se preparar para gastar com wireframe, layout e configuração do blog (despesas iniciais) e hospedagem e revisão (despesas mensais).

Esses custos variam muito de acordo com o que você tem em mente para seu blog. É importante definir valores iniciais e custos futuros com base numa projeção de crescimento. Fale com pelo menos três fornecedores para cada serviço e, se houver uma disparidade muito grande entre os preços, procure mais fornecedores.

Geralmente uma diferença muito gritante equivale a uma diferença de qualidade, mas não baseie seu julgamento apenas nisso, peça algumas referências de trabalhos anteriores feito por cada um desses fornecedores.

7º - Defina formatos e valores

Antes de mais nada, é importante definir quanto você quer lucrar com esse blog e qual é o valor mínimo para ele começar a valer a pena. Veja quanto tempo você vai ter de investir e quanto tempo vai demorar para recuperar seu investimento.

Depois, defina quais formatos de publicidade você vai aceitar. Pode-se encontrar alguns dos formatos de banner nessa página: Google Adsense Ad Formats. Pense também em posts patrocinados, alteração de background, vinheta em podcasts etc.

Para definir os valores basta dividir a receita mensal que você deseja pelo inventário total do blog (o volume mensal de pageviews). Vale lembrar que é muito raro você vender 100% do inventário, então nessa conta você deve considerar a venda de apenas uma pequena parcela (10% ou menos). Depois de fechar as primeiras campanhas você conseguirá negociar uma quantidade cada vez maior, porém é bem raro chegar a mais de 50% de todos os pageviews.

Se é tão difícil vender esse inventário, como os portais sempre estão exibindo anúncios? Além de uma estrutura comercial maior e mais experiente que a sua, eles também usam diversos anúncios de produtos e serviços do próprio portal, bem como de produtos e serviços que pagam apenas por clique ou venda. São os chamados calhaus. Você pode usar programas de afiliados como o Boo-box, Google Adsense ou Mercado Livre como calhaus quando não tiver anunciantes.

Como saber se os valores que você está cobrando são compatíveis com o mercado? Dê uma olhada na tabela de preços de outros blogs. Você consegue encontrar essa informação em diversos mídia kits de blogs buscando no Google pelas palavras: mídia kit blog.

8º - Capriche no seu currículo

Muitas vezes o grande diferencial de um blog é o autor. Coloque os dados básicos (nome, foto, profissão, sexo, idade, formação) e adicione também experiência profissional, cursos, eventos, palestras, artigos, prêmios e qualquer outro material que possa pesar a balança a seu favor.

9º - Não cometa erros básicos

Leia este post com calma: 20 Common Mistakes Made By New Bloggers - e se você não sabe ler inglês, é bom começar a aprender. Os posts com as melhores dicas sobre como divulgar seu blog são escritos lá fora, onde esse mercado já está melhor estabelecido.

10º - Invista na divulgação

Nesse post: 101 Ways to Get Quality Backlinks To Your Blog você encontra diversas maneiras de propagandear seu blog pela internet. Talvez você se depare com várias ferramentas que não conhece ao ler esse texto, portanto gaste um tempo estudando-as.

  1. varleycruzconstrutornaval reblogged this from blogcontent
  2. jefnascimento reblogged this from blogcontent
  3. donielle-thompson reblogged this from blogcontent
  4. trampoline6t reblogged this from blogcontent
  5. origuella reblogged this from blogcontent
  6. marcelobohn reblogged this from blogcontent
  7. fspina reblogged this from blogcontent
  8. garciasales reblogged this from blogcontent
  9. bicudo reblogged this from blogcontent
  10. foxxavier reblogged this from blogcontent
  11. linafuko reblogged this from blogcontent
  12. belalian reblogged this from blogcontent
  13. adimir reblogged this from blogcontent
  14. blogcontent posted this